Anatomia Clínica - Faculdade de Medicina do Porto
Considerações gerais Equipa docente Plano curricular Investigação Intranet
Plano curricular / Objectivos


  1. FINALIDADE
  2. A finalidade da Disciplina de Anatomia Clínica consiste em promover a construção do pensamento crítico na área da Morfologia Humana através da aquisição de conhecimentos anatómicos e no desenvolvimento da capacidade da sua aplicação como fundamento científico da realização do exame físico do doente, da interpretação dos sintomas e das alterações morfológicas macroscópicas, e da compreensão e realização de técnicas "invasivas" de diagnóstico e terapêutica".

Topo
  1. OBJECTIVOS ESPECÍFICOS


    1. Conhecimentos
      • Conhecer a terminologia das regiões do corpo humano.
      • Descrever a sequência topográfica das estruturas das regiões anatómicas e as relações recíprocas a nível tridimensional.
      • Conhecer as projecções superficiais das estruturas profundas.
      • Identificar as variações anatómicas e as malformações congénitas (frequência e importância médico-cirúrgica).
      • Identificar as estruturas anatómicas em cortes anatómicos das diferentes regiões do corpo, bem como em documentos de imagiologia.

    2. Capacidades
      1. Capacidades gerais
        • Desenvolver a capacidade de observação.
        • Desenvolver a capacidade de comunicação interpessoal.
        • Desenvolver a capacidade de aprendizagem activa.
        • Desenvolver a capacidade de trabalho em grupo.
      2. Capacidades específicas
        • Executar a projecção superficial de estruturas profundas.
        • Realizar observações no "vivo" (anatomia no vivo).
        • Identificar estruturas anatómicas em secções anatómicas (anatomia seccional) em imagens ou/e em material interactivo.
        • Formular "pensamentos clínicos" de dados anatómicos e "pensamentos anatómicos" de dados clínicos.

    3. Atitudes
      • Reconhecer o valor do conhecimento anatómico na educação médica.
      • Desenvolver o sentido de aprendizagem contínua.
      • Desenvolver as bases da curiosidade científica permanente.
      • Valorizar a responsabilidade médica em relação aos doentes e à sociedade.

Estes objectivos serão discriminados em cada componente abordado em termos da Anatomia Clínica

Anatomia Regional
No final do programa de Anatomia Clínica o estudante deve ser capaz de identificar as regiões do corpo humano e a organização de estruturas anatómicas que contribuem para uma função comum, pela sua organização em sistemas orgânicos e funcionais.

Anatomia de Superfície e Exame Físico
No final do programa de Anatomia Clínica o estudante deve ser capaz de traçar no vivo os limites superficiais das estruturas clinicamente mais importantes e correlacionar estas estruturas com a sua função (para os principais movimentos, acções e reflexos) e identificar as bases anatómicas de um exame físico normal.
  • Anatomia de Superfície: os estudantes devem palpar ou desenhar as projecções superficiais das estruturas anatómicas mais relevantes (apreciando o grau de normalidade no corpo humano vivo);


  • Anatomia Funcional: os estudantes devem avaliar a execução dos movimentos mais importantes bem como reflexos nervosos e identificar quais as estruturas anatómicas envolvidas;


  • Exame Físico (aplicação da anatomia de superfície e funcional): revisão da anatomia de superfície e funcional num contexto clínico de modo a criar uma ponte entre o desempenho anatómico e as competências clínicas.

Anatomia Seccional
No final do programa de Anatomia Clínica o estudante deve ser capaz de compreender a organização tridimensional da estrutura anatómica em secções das regiões do corpo humano nos níveis do corpo humano e nos planos mais importantes.

Anatomia Radiológica
No final do programa de Anatomia Clínica o estudante deve ser capaz de compreender a organização normal da estrutura anatómica em documentos de radiologia (RX clássicos, RX com contraste, Tomografias computadorizadas, Ressonâncias magnéticas e ecografias).

Aplicação Clínica
As aplicações clínicas do conhecimento anatómico são desenvolvidas em sessões de discussão de casos clínicos, no final de cada capítulo do programa.



Última actualização 04-01-2005
Finalidade
Objectivos específicos
Criação e desenvolvimento - SBIM

Faculdade de Medicina da Universidade do Porto